Como escrever uma resenha?

Em 01.11.2017   Arquivado em Mudando de assunto
3
0

Olá caro leitores, tudo bem com vocês?

Depois de passear por vários blogs literários procurando por dicas de novas leituras através de resenhas, acabei notando que muitas estavam incompletas, desordenadas e com alguns errinhos, além dos de português.

-> Quero lembrar, que minha intenção não é criticar e sim ajudar as(os) blogueiras(ros), principalmente as(os) que estão começando agora, não importando se seu blog vai ser literário, pessoal ou sobre moda, por exemplo. E apesar da gente ser livre para escrever o que bem entender no nosso blog, é necessário seguir algumas regrinhas, para não ficar com cara de amador, afinal é o seu blog, seu cantinho especial e você não vai querer as coisas jogadas lá de qualquer jeito, não é?? Então continue lendo que vou esclarecer alguns pontos e dicas de como escrever uma resenha completa!

Bom, primeiramente eu quero esclarecer a diferença entre resenha e resumo:

  • Resumo: Como a própria palavra já diz você vai resumir (sintetizar, simplificar, reunir,) em poucas palavras o que foi dito ou escrito. É uma condensação de ideias, mas não são as suas ideias e sim a de um texto fonte. Você vai reproduzir de maneira menor o que você leu, para uma consulta sequente ou seja apresentar de uma forma breve o conteúdo de um texto sem mudar o sentido. Deu pra captar?!
  • Resenha: É a análise de textos e não exatamente da simples reprodução. Tem como característica principal ser um texto optativo, podemos dizer que a resenha é um resumo crítico ou um resumo analítico de outro texto, nesse sim você pode colocar suas ideias.

Agora que você entendeu a diferença, não tem importância se você vai fazer uma resenha ou um resumo de um livro por exemplo, no seu blog, desde que você dê nome ao bois, certo? Umas das coisas que mais vi em alguns blogs era o seguinte título: Resenha do livro blá blá. E quando eu começava a ler, o que tinha ali? Um resumo! Ou exatamente o contrário!

É muito comum, blogs de moda fazendo resenhas de produtos de maquiagem, é correto isso? Sim! A resenha de um livro, pode ser diferente da resenha de um batom, mas tanto uma quanto outra terão o seguintes elementos: APRESENTAÇÃO, RESUMO, ANÁLISE e COMENTÁRIO FINAL, além de seguir essa ordem.

Do meu ponto de vista, acho preferível denominar de: descrição, opinião, avaliação ou resumo quando se trata de produtos de beleza por exemplo, nos títulos dos posts, a não ser que você vá realmente colocar todos os elementos de uma resenha, mas isso vai de cada um.

Vou focar em resenhas de textos/livros, mas o contexto do que vou escrever a seguir serve para produtos, uma peça teatral, um filme, entre outros.. caso você faça no seu blog.

Uma resenha pode ser escrita de duas maneiras básicas:

  • Descritiva: nesse caso, o objetivo será o de determinar de que maneira o texto que está analisado foi escrito. Não há, por parte do resenhista, uma preocupação em fazer apreciações críticas e comentários mais aprofundados. Trata-se de uma resenha que mais se assemelha a uma informação. A intenção, é menos crítica.
  • Crítica: nesse caso, a intenção, como fica sugerido na classificação, é de fazer uma análise aprofundada do objeto textual, que é alvo da leitura e de reflexão, cabe então ao resenhista a análise aprofundada, bem como apresentar uma apreciação crítica ao leitor. É preciso, portanto, que se demonstrem os caminhos da leitura que o livro oferece, além de o resenhista ser capaz de emitir um juízo de valor sobre o que leu.

Claro que é possível fazer um texto intermediário entra uma resenha descritiva ou crítica, isso vai depender da intenção do resenhista e também do texto que está sendo resenhado.

-> Fazer uma resenha não é complicado, você só precisa ter foco para elaborar em ordem o que você quer escrever ou pontuar em seu texto. O que vou colocar aqui deve servir como referência e não como uma verdade absoluta para todas as resenhas, até mesmo porque sempre é possível criar a partir desses elementos básicos:

  • Apresentação do texto: nessa parte, deve-se especificar o título da obra, dizer quem é o autor, qual a ideia ou assunto central do texto.
  • Resumo: é necessário que se faça um breve resumo do texto, sem entrar em detalhes desnecessários, mas sim prendendo-se àquilo que é significativo ao entendimento do leitor, para que depois ele possa ler o livro original.
  • Análise: este é o centro da resenha, é aqui que se deve demonstrar como o texto foi escrito, com ênfase no tipo de linguagem, estilo do autor, etc. É preciso também chamar a atenção para qual relevância, qual importância teria aquele livro, como o autor desenvolveu as ideias, sobre qual perspectiva. Claro que, tudo depende do texto (livro) que está sendo resenhado, se é um romance, ficção, biográfico ou se é um livro que trata de um tema histórico, etc.
  • Comentário final: trata-se de um conclusão, em que o resenhista, como o termo sugere, tece suas considerações finais a respeito do livro lido, apreciando-o ou recomendando sua leitura. E mais uma vez volto a dizer: tudo vai depender das intenções do autor da resenha.

Esses quatro itens podem ser rearranjados de acordo com as necessidades do resenhistas, um exemplo é que o resumo e análise podem vir juntos, sem que se faça um depois o outro. O mais importante é que o resenhista demonstre capacidade para revelar o que a leitura tem de mais chamativo, interessante, estabelecendo relações intertextuais com outros livros, apontando o que o livro tem de resgate de ideias, apreciações, etc.

Agora, algumas dicas fundamentais:

  1. Resenha não é sinopse.
  2. Comece por aquilo que é mais forte no livro.
  3. Escreva os pontos positivos e os negativos também.
  4. Resenha não é somente opinião.
  5. Não tente abarcar tudo, foque em um fio condutor para o desenrolar do seu texto.
  6. É importante que o leitor entenda seus argumentos.
  7. É importante que você compreenda bem o livro, quando for o caso de julgar e que faça isso de modo satisfatório os aspectos presentes.
  8. Procure não ler nada crítico antes de ler o livro, para entrar livre de conceitos prévios.
  9. Seja sincero! Não tenha medo de falar o que realmente achou da leitura.
  10. Fique atento aos erros de português.

E para facilitar ainda mais a sua vida, vou deixar aqui algumas perguntas que podem servir para te orientar na hora de fazer a bendita resenha! Não é necessário seguir essas questões à risca, são questões passíveis de alterações. É apenas um mecanismo para ajudar a análise.

  • Sobre o quê trata o texto?
  • O autor escreve com base em qual modo de ver?
  • O autor desenvolve sua linha de raciocínio de que maneira? Com exemplos concretos? De modo mais abstrato?
  • O assunto é tratado de que modo? Com qual linha de raciocínio?
  • O texto é coerente?
  • Qual o estilo do texto? Formal? Padronizado? Inovador?
  • E quanto ao nível de linguagem? Qual é o empregado pelo autor? Erudito? Popular? Coloquial?
  • Há outros assuntos paralelos ao assunto central?
  • Qual o público preferencial do texto em questão?
  • O texto estabelece uma relação direta com outros textos?
  • O autor cumpre os objetivos anunciados?
  • O método utilizado para conseguir provar o que o autor queria foi eficiente?
  • O autor se identifica com alguma ideologia ou ele consegue escrever um texto totalmente inseto, objetivo? Em geral, a isenção total é uma falácia, mas pode ter sido intenção do autor.
  • Qual a principal conclusão a que chegou o autor

E chegamos ao final, espero que tenha curtido o conteúdo, me contem nos comentários, se nas resenhas do seu blog, falta algo do tipo, corre lá para ajustar. Com o tempo e a prática, fazer resenhas será algo internalizado em você e o mais importante: tudo que é feito com dedicação, conhecimento e carinho, dará certo. Beijos e até a próxima!

 

 

Comentários do Facebook

Ei! Não saia sem me contar o que achou do blog ou sua opinião sobre a postagem. Vou adorar saber!

  • Andrea Morais

    Em 01.11.2017

    Olha, meus parabéns! Que postagem incrível!
    Sinceramente, você leu meus pensamentos, porque essa semana também vi algumas “resenhas” que pareciam resumos da obra, fiquei pensando: poxa, isso não é resenha, cara, você tá me contando o livro inteiro!
    Enfim, parabéns pela iniciativa! Vou compartilhar para que mais pessoas aprendam a forma correta e façam ótimos textos =)
    Bjss

    http://livrelendo.blogspot.com

  • Silvano

    Em 01.11.2017

    Um trabalho muito instrutivo e que com certeza irá contribuir com um fazer mais elaborado por quem tiver interesse.

  • Silvano

    Em 01.11.2017

    Li esse trabalho quase como se estivesse conversando com a autora. Uma dose incrível de bom humor e o emprego consitente das ideias aqui expostas e olha que quase deixei passar despercebido um pequeno erro ortográfico que mudaria substancialmente o sentido da sugestão de pergunta. No mais, realmente é um trabalho que certamente ajudará muito qualquer pessoa que tenha interesse em empreender uma atividade tão excitante quanto esta. Parabens

Blue Captcha Image
Atualizar

*